soube que você se perguntou como estão

soube que você se perguntou como estão sendo meus dias sem você

à um mês atrás eu puxava o Band Aid todos os dias e depois ia dormir repetindo que tava passando. eu me enganei constantemente, e depois voltava tudo de novo, engolir seco e seguir o processo. e se pegar em dias bem aleatórios com a unha na ferida, quase que num impulso. agora, m. nesse exato momento eu tô entre minha playlist e a chuva, eu até tô sentindo aquele quentinho no coração que eu vivia falando sobre, e me sinto grata, porque ontem quando eu soube ‘tais coisas’, eu me sabotei de tantas formas, me senti dando passos pra trás, mas cara, pode ser isso, ser tudo uma dança, em que vez ou outra a gente erra os passos ou só cria o próprio ritmo.

depois segurei firme os pés no chão. tô tentando apreciar esses sentimentos bons que vem de repente. porque a gente sabe gosto da tempestade depois.

ainda penso muito em você, e da uma pontadinha na maioria das vezes, e tudo bem. eu ainda vou dar muitas cambaleadas no caminho.

e provavelmente voltar aqui puta da vida depois.

acontece

levanta e vai

Related Posts