“Pessoas perfeitas devem ser,

“Pessoas perfeitas devem ser, profundamente, infelizes.” (Luiz Felipe Pondé)

Hum, como deve ser isso? Alguém de fato é realmente perfeito? Assim como alguém de fato é realmemte feliz? Não há caminho mais trevoso que a própria perfeição, o que fazemos ao tentar chegar perto dessa condição é perceber que esse estado não é um lugar, não é uma posição, não é um objeto, na verdade é somente a porta de entrada para uma porção de outras portas, cada qual com uma fechadura, cada qual com o seu “segredo”, sendo ela uma utopia, melhor então buscar o progresso e tentar ser feliz a cada conquista.